Aos 60, a electricidade

Em ano de 60.º aniversário, a Mini apresentou o seu primeiro modelo totalmente eléctrico. O Cooper SE chegará ao mercado este ano e a marca aponta aos condutores citadinos para singrar neste segmento. Bernd Köerber, senior vice-president da Mini, explica a estratégia

 

Texto de Rafael Paiva Reis, em Roterdão

A Mini, que começou com a produção de modelos da dimensão que o nome indica, tem vindo a crescer, a aumentar os seus modelos e, no ano em que celebra 60 anos, apresenta o seu primeiro modelo totalmente eléctrico, o Cooper SE.

É o resultado de um trabalho iniciado em 2008, aquando da produção em pequena escala de um Mini Cooper eléctrico, concebido como viatura-teste para vários mercados europeus. Agora, mais de uma década depois, a marca está preparada para vincar a sua presença neste segmento. «Para a Mini, a mobilidade eléctrica é muito importante, pois o nosso target aponta a clientes da cidade ou dos subúrbios. E acreditamos que serão estes os dinamizadores da Mini neste segmento, que poderão levar a um crescimento exponencial da dimensão da marca neste mercado», afirma Bernd Köerber, senior vice-president da Mini.

Para ler o artigo na íntegra consulte a edição de Julho de 2019 da revista Marketeer.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
EDP e Galp lideram índice de sustentabilidade Dow Jones
Automonitor
Combustíveis a caminho do maior aumento em 8 meses