Amnistia Internacional quer fim da Mutilação Genital Feminina

amnistia_A Amnistia Internacional Portugal em parceria com a Associação para o Planeamento da Família, no âmbito da Campanha Europeia pelo Fim da MGF (Mutilação Genital Feminina), apresenta a iniciativa “Assine uma Pétala de Rosa pelo fim da MGF e Existência de uma Estratégia Europeia”, que terá início hoje e estará a decorrer até dia 10 de Dezembro, durante os 16 dias de activismo contra a violência de género.
A campanha tem por objectivo recolher, pelo menos, 8000 pétalas de rosa assinadas, durante o período em que a campanha estará activa, como demonstração de vontade para que os governos, parlamentos, decisores técnicos e políticos, ONG e sociedade civil apoiem e exijam uma Estratégia da União Europeia para o fim da MGF.

A iniciativa propõe uma abordagem à MGF por parte da UE que passa pela recolha de dados sobre a existência e risco desta prática nos países da União Europeia, pelo diálogo político com países onde esta se verifica, a protecção internacional para quem se encontra em risco de MGF, a prevenção e mecanismos de protecção face à violência contra mulheres e crianças e o assegurar de serviços de saúde especializados e dirigidos a raparigas e mulheres que sofreram genitalmente mutiladas.
Para além da recolha de assinaturas, que se realizará em diferentes pontos do país, estas poderão ser ainda feitas no site www.endfgm.eu.

Diariamente, pelo menos 8000 raparigas e mulheres no mundo são mutiladas, o que corresponde a 5 raparigas ou mulheres mutiladas a cada 5 minutos.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Trabalhar apenas 5 horas por dia. Há empresas a testar o modelo com sucesso
Automonitor
Motul e Suzuki Ibérica assinam parceria