Alfa, Bravo, Charlie. Estes drones não são para brincar

Já foram usados para monitorizar a erupção vulcânica na ilha do Fogo, em Cabo Verde, para acompanhar o Exército Português numa missão da NATO no Kosovo ou até no combate ao narcotráfico na Colômbia. Os drones da multinacional portuguesa Tekever têm sobrevoado o mundo em missões militares e de segurança

Daniel Almeida

Os drones estão na ordem do dia. Desde que a gigante do comércio electrónico Amazon anunciou que pretende usá-los para fazer entregas de encomendas, o mundo passou a olhar para estes veículos aéreos não tripulados com mais atenção, num misto de fascínio e apreensão. Em Portugal, o tema começa a aquecer e torna-se cada vez mais urgente legislar sobre um mercado que promete revolucionar indústrias por inteiro, entre as quais a publicitária.

Para ler o artigo na íntegra, consulte a edição de Maio de 2015 da revista Marketeer.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Conheça o programa completo da XVIII Conferência Human Resources
Automonitor
Nova estrutura da SIVA e SOAUTO mantém trabalhadores