Aki: «Há um potencial de crescimento enorme»

O gasto anual dos portugueses em produto de bricolage ainda é baixo face a outros mercados europeus. Daí que o Aki esteja apostado em aproximar-se dos clientes e demonstrar que há trabalhos fáceis e que a marca tem o que é necessário para os ajudar

Texto de Maria João Lima

Foto de Pedro Simões

O Aki atingiu, em 2016, o volume de vendas mais alto de sempre, ao registar 212 milhões de euros em facturação. No ano em que comemora 26 anos de história, a empresa está a continuar o seu plano de expansão definido para 2020, quando pretende ter 64 lojas em Portugal, duplicando o parque de lojas que tinha no fim de 2016.

Para ler o artigo na íntegra consulte a edição de Maio de 2017 da revista Marketeer.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Bem-estar financeiro dos colaboradores.Também é uma responsabilidade das empresas?
Automonitor
Das cinzas à estrada: O renascer de um Lamborghini Huracán