Activistas atacam logos do Mundial 2022

Os logótipos das principais marcas associadas ao Mundial de Futebol de 2022 estão a ser atacados por activistas que condenam o modo como o evento está a ser preparado. Coca-Cola, Adidas ou Visa são apenas alguns exemplos de patrocinadores que estão a ver a sua imagem modificada.

O Mundial de Futebol de 2022 acontece no Qatar e para garantir que existem condições para realizar a competição estão a ser construídos estádios e outras infraestruturas. O problema está no modo como os edifícios estão a ser construídos, recorrendo a práticas aproximadas de escravatura entre os trabalhadores locais.

A campanha pela denúncia da situação no Qatar é acompanhada pela assinatura “Patrocinando orgulhosamente os abusos dos direitos humanos no Mundial de 2022”.

 visa
adidas
kia
coca-cola
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Isabel Barros distinguida com prémio «Excelência» na liderança. Foi a única portuguesa
Automonitor
Portugal a caminho de bater recorde de produção anual