A toda a velocidade em direcção ao futuro

O futuro da mobilidade já chegou. E longe vai o tempo em que este cenário se assemelhava a algo retirado de um filme de ficção científica. Numa altura em que as preocupações ambientais e a sustentabilidade estão na ordem do dia, a mobilidade e a tecnologia ocupam o centro de uma verdadeira revolução, a que muitos chamam de quarta revolução industrial. Esta revolução acelerou o desenvolvimento das tecnologias da mobilidade e, com estas, grandes oportunidades surgiram: mais segurança, redução dos tempos improdutivos e a evidente descarbonização das cidades, com melhorias significativas ambientais. Este conjunto de tecnologias permitiu a evolução do mundo automóvel tal como o conhecemos e a BMW está a criar as condições certas para se assumir como uma das referências mundiais na construção do veículo do futuro.

O BMW Group delineou, para os próximos anos, uma estratégia onde os veículos eléctricos e a condução autónoma são os protagonistas, intitulada de strategy Number One > Next. Nesta estratégia, o grupo tem-se ajustado para acelerar o ritmo da sua expansão na área da mobilidade sustentável, defendendo a economia verde, para que haja uma conservação e valorização dos recursos naturais, assente num modelo empresarial consciente e de baixo impacto ecológico. O grupo pretende alcançar um total de 25 modelos eléctricos até 2023, dois anos antes do inicialmente anunciado, mais de metade dos quais serão 100% eléctricos. «Na BMW abraçamos este desafio em toda a sua complexidade, por convicção e também porque é do nosso próprio interesse; se olharmos hoje para o BMW i3 que, relembro, foi projectado em 2007, temos um conceito de veículo perfeitamente actualizado e adaptado à lógica de mobilidade dos dias de hoje», refere Massimo Senatore, director-geral da BMW Portugal.

Na liderança desta revolução tecnológica e com o objectivo de moldar a mobilidade premium do futuro, o grupo está a trabalhar no aumento da oferta da produção de veículos totalmente eléctricos ou híbridos plug-in:ao lado do BMW i3, já foram construídas mais de 150 mil unidades até aos dias de hoje. Este ano assistimos ao início da produção do primeiro modelo MINI eléctrico, ao qual se seguirá, em 2020, o totalmente eléctrico BMW iX3 e, em 2021, o BMW i4. «Entregámos mais de 100

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Deloitte tem nova liderança no Marketing e Comunicação
Automonitor
Elétricos: Galp vai inaugurar primeiro ponto de carregamento em São Miguel