A sua empresa já adoptou estas práticas para reduzir o impacto ambiental?

Os consumidores estão cada vez mais preocupados com as questões ambientais e esse sentido de responsabilidade estende-se da esfera pessoal à corporativa. É no mundo das empresas, contudo, que o problema se adensa, mas também que novas soluções surgem.

A Cash Converters, plataforma de compra e venda de produtos em segunda mão cujo propósito é mudar hábitos de consumo para alcançar um mundo mais sustentável, reúne algumas práticas sustentáveis que as empresas podem e devem adoptar em 2023.

Reciclar. Esta é uma prática já conhecida dos portugueses, mas ainda ignorada por muitas empresas. Actualmente, ainda há espaço para reduzir a quantidade de resíduos produzidos e o impacto dos mesmos no ambiente se as empresas promoverem a reciclagem. Deste modo, colocar contentores de reciclagem por todos os escritórios é uma forma eficiente de controlar o impacto ambiental e até de promover momentos de entreajuda e aprendizagem nas equipas, que poderão ter de se questionar onde colocar as embalagens do almoço, por exemplo

Reduzir o uso de papel. Mais ecológico do que comprar papel reciclado é não comprar papel, de todo. As empresas de hoje podem aproveitar a era digital onde actuam e canalizar as “mensagens” em canais online como Slack, WhatsApp ou email para reduzir drasticamente o consumo de papel. Deste modo, é possível implementar nas organizações políticas “papel zero”, onde se dá preferência aos documentos digitais, sempre que for possível. Quando não houver alternativa, será benéfico utilizar papel sustentável.

Fazer viagens sustentáveis. Portugal é um país bastante desenvolvido no que ao transporte diz respeito, já que desde as bicicletas aos transportes públicos não faltam opções. Neste sentido, há que motivar os colaboradores a aproveitar as ciclovias e os transportes partilhados como meio de transporte preferencial, sempre que possível. Assim, poderão fazer viagens com menos impacto no ambiente e tornar as idas de bicicleta ou trotinete para reuniões e outros eventos no novo “normal”.

Dinamizar acções de consciencialização. Dedicar um dia à limpeza de uma praia ou ao conhecimento dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, por exemplo, podem parecer acções simples e que poderão não ter um impacto relevante. Contudo, este tipo de acções de consciencialização pode de facto ser o primeiro passo para provocar mudanças nos colaboradores e, consequentemente, beneficiar a sua actuação e a da sua empresa no meio ambiente. Por sua vez, estas podem ainda ser consideradas acções de team building e aplicadas a datas importantes na empresa, como o aniversário da mesma.

Investir em projectos verdes. As empresas são praticamente fábricas de impacto ambiental. Desde o papel que usam até ao CO2 emitido para a atmosfera, há gastos que não conseguem controlar. Assim, conscientes deste impacto não controlável, as empresas devem colocar na sua lista de tarefas o investimento em projectos de compensação carbónica, ou projectos verdes, que irão compensar o impacto da mesma no meio ambiente.

Ler Mais



loading...
Artigos relacionados

Comentários estão fechados.