A Equipa, a nova agência de Mário Mandacaru

a equipa-redimensionadaA Equipa é o nome da nova agência fundada por Mário Mandacaru – que abandonou recentemente a Brandia Central – e Cristina Pereira Gonçalves. O objectivo da dupla passa por fornecer aos clientes um serviço de comunicação completo.

«Começamos por ser dois e moldamos A Equipa à especificidade de cada projecto. Sabemos que a chave está nas pessoas, no seu talento e na sua capacidade de, juntas, criarem valor. Criámos uma estrutura modular capaz de oferecer um serviço completo de comunicação para o mercado nacional e internacional», explica, em nota de imprensa, Mário Mandacaru.

A empresa recorre a uma rede de profissionais nas mais variadas áreas da comunicação, como designers gráficos, de produto e multimédia, publicitários, copys, brand voices, estrategas, arquitectos, gestores e consultores.«A Equipa propõe liderar, agregar e potenciar o valor de todos em prol do desenvolvimento de projectos integrados de comunicação», reforça Cristina Pereira Gonçalves.

Com experiência na gestão e liderança de projectos de branding e comunicação de marcas em várias indústrias e serviços em Portugal e Angola, Cristina Pereira Gonçalves trabalhou marcas como Telecel, Navigator, Sumol Compal, Vodafone, Deloitte, Delta, Oni, Buondi, Johnnie Walker, Martini, Galp Energia, entre outras. Passou pela Novo Design, Mais Design, foi unit general manager na Brandia e global business manager na Shift Thinkers.

Já Mário Mandacaru tem um percurso ligado sobretudo à criação de marcas e à liderança de equipas. Foi director criativo de agências de brand design como Novodesign, Central de Comunicação e Brandia Central, e liderou durante mais de uma década o Clube de Criativos de Portugal (CCP). Criou e geriu marcas como Telecel, AMI, Buondi, Mobi.e, Zilian, Museu da Electricidade, APSI, Deloitte, Auto Sueco, Vodafone, Brisa, CTT, entre outras.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Portugal atraiu 610 estrangeiros «altamente qualificados» através deste programa
Automonitor
Regulamento da mobilidade elétrica obriga a celebrar contratos de adesão