A boutique que não quer ser uma grande superfície

Desde a sua fundação, no final dos anos 80, que a Emirec se posiciona como uma boutique de estratégia de comunicação. A prioridade, garantem os sócios, é fazer brilhar os clientes, sejam eles de maior ou menor dimensão

Texto de Maria João Lima

Atrás dos cortinados. É assim que a Emirec se tem mantido desde a sua fundação no final dos anos 80. «Quem tem de brilhar, de aparecer e saltar para a ribalta são os nossos clientes», assegura Luís Fonseca que, a par de Cláudia Nunes Pereira e José Nunes Pereira, faz parte da actual estrutura societária da empresa.

Para ler o artigo na íntegra, consulte a edição de Agosto de 2015 da revista Marketeer.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Assista em directo à XVIII Conferência Human Resources
Automonitor
Futuro elétrico da Lexus chama-se LF-30 Concept