A Adagietto e o terceiro porquinho.

MARKETEER CONTENTS

Por Miguel Moreira Rato, CEO da Adagietto

Sabemos bem a importância de um coletivo de três.

Paul Auster escreveu sobre a “Trilogia de Nova Iorque”. Trilogia essa também aproveitada pelo “Senhor dos Anéis”. “Os Mosqueteiros” eram três. “Os Anjos de Charlie” também. Os “Três Porquinhos” idem.

Saeed Mirfattah, coach organizacional, decidiu certo dia refletir sobre a relevância e os ensinamentos do terceiro porquinho. E transformou a sua reflexão em nove mandamentos de liderança que demonstram bem a importância deste terceiro elemento na fábula inglesa.

Retive alguns:

  • O trabalho e a dedicação compensam. 

Cada projeto deve ser abraçado com máxima entrega pois apenas assim conseguimos atingir o sucesso. O terceiro porquinho investiu tempo a pensar nas fundações da sua casa de tijolos. Compensou.

  • Os atalhos podem custar muito caro.

É certo que os dois porquinhos conseguiram ser mais rápidos a construir as suas casas com palhas e paus… mas todos sabemos como isso terminou.

  • Planear estrategicamente o futuro.

É certo que os dois porquinhos tinham um plano. Mas para o terceiro, qualquer estratégia foi pensada com uma Big Picture em mente.

  • Devemos preparar para o pior e esperar o melhor.

Os dois “primeiros” porquinhos nunca tiveram a capacidade de antecipar a vinda do lobo mau. O terceiro preparou-se para todos os cenários, bons ou maus.

  • Conhecer os nossos limites.

O lobo mau achava-se invencível. Mas quando chegou à casa do terceiro porquinho, percebeu que o impossível é difícil de alcançar.

  • Ser paciente e solidário.

O terceiro porquinho não seria nada se não fosse paciente. E podia ter sido arrogante e ter fechado a sua porta aos outros dois. Mas não. Decidiu ser generoso e acolher os outros no momento de maior aflição.

 

Mas…o que é que estas lições de liderança têm a ver com a Adagietto?

Tudo.

Na Adagietto, entregamo-nos a cada projeto de forma sustentada, estratégica, holística. Não procuramos a solução simples para os briefings que recebemos. Temos vindo a desenvolver a agência tendo como base a criatividade e o storytelling. Temos uma visão muito clara daquilo que queremos ser.

Em resumo, estamos a construir um projeto de comunicação da mesma forma como o terceiro porquinho da fábula construiu a sua casa.

E, outra vez, por que razão estou aqui a falar do terceiro porquinho?

Estamos nomeados pelo quarto ano consecutivo para o prémio Agência de Comunicação do Ano pela Marketeer. Em 2020 e 2021 trouxemos, orgulhosamente, o troféu para casa. Repito: conquistámos dois prémios Agência de Comunicação do Ano seguidos.

Queremos, com ainda mais orgulho, entrar na história das trilogias dos prémios Marketeer. Que venha o terceiro! Pode votar aqui.

Ler Mais


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...