70% dos portugueses não acha test-drive importante

Seria capaz de comprar um automóvel de uma marca que não conhece? O Observador Cetelem afirma que 76% dos portugueses adquiriria uma viatura cuja marca nunca conduziram. Além disso, 68% afirma que existem muitas opções para conseguirem ser fiéis a apenas uma insígnia.

O mesmo estudo indica que somente 30% dos portugueses dá importância à realização de um test-drive antes de concluir a compra. Estes dois dados parecem revelar uma disponibilidade dos consumidores nacionais para a aquisição de automóveis através de novos canais, como é o caso do digital.

Ao dispensarem o test-drive e ao estarem dispostos a arriscar em novas marcas, poderão estar cada vez mais perto das compras online e distantes dos concessionários físicos. Ainda assim, alerta o Obsrevador Cetelem, para muitos visitar um concessionário continua a ser imprescindível.

Pedro Ferreira, director Automóvel do Cetelem, considera que «os automobilistas, num contexto em que a informação flui de forma cada vez mais rápida e intensa, mostram-se predispostos a conhecer outras ofertas e a testá-las, o que implica uma natural menor taxa de fidelização aos fabricantes».

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Uma causa global debatida em três países em simultâneo
Automonitor
Torres Vedras já tem autocarro 100% elétrico