65% da Geração Z liga mais a conteúdo relevante do que a vídeos virais

O vídeo pode criar um forte sentimento de conexão, tornando-se parte indispensável das vidas das pessoas. A conclusão é do YouTube, que analisou diversas tendências na plataforma, de modo a entender o impacto do formato vídeo.

Com base em dados provenientes de mais de 10 países, o YouTube revela que a cultura digital tem em tudo a ver com o conteúdo que é pessoalmente relevante para os consumidores. De facto, 65% dos inquiridos pertencentes à Geração Z (entre os 18 e os 24 anos) concorda que esse tipo de conteúdo é mais importante do que aquele sobre o qual muitas pessoas falam.

Os vídeos virais, como o famoso “Charlie bit my finger” ou “What does the fox say?” parecem ser cada vez menos relevantes num mundo onde o público e os criadores priorizam momentos com significado para si e para as suas vidas.

De todas as tendências observadas, o estudo elaborado demonstra que existem três tipos específicos de criatividade nascidos nos últimos tempos: Criatividade Comunitária, Criatividade Multi-formato e Criatividade Responsiva.

A primeira consiste na criação de conversações online sobre tópicos nicho que, eventualmente, se transformam em experiências de grandes dimensões, partilhadas por várias pessoas. A segunda consiste no surgimento de tendências em diversas plataformas. A terceira passa por formatos que tocam no lado emocional dos utilizadores – por exemplo, vídeos ASMR ou música relaxante.



Artigos relacionados
Comentários
A carregar...