63% dos portugueses procura ter uma alimentação saudável

O Observatório Shopper Experience da In-Store Media revela que os portugueses optam cada vez mais por comprar saudável e online. Para 63% dos inquiridos é muito importante manter uma alimentação equilibrada e 78% afirma ter o cuidado de comer de forma saudável ao longo de todo o ano.

Segundo o mesmo estudo, os produtos da categoria saudável (sem açúcar e/ou sem sal) e com ingredientes considerados benéficos (quinoa e sementes, por exemplo) registam um aumento de volume face às compras de 2018. Nesse sentido, 69% dos portugueses aponta a origem do produto como a informação que mais gostaria de ver comunicada.

Ainda assim, há quem não ceda a momentos de gula: 66% diz não dispensar alguns alimentos que dão mais prazer do que benefícios para a saúde. Quanto ao canal escolhido para conhecer as últimas novidades e decidir o que comprar, os portugueses apontam para os pontos de venda, mesmo que as redes sociais sejam o meio preferido para saber mais sobre produtos saudáveis.

O observatório indica ainda que 16% dos portugueses compra online, considerando artigos de alimentação e para a casa – um aumento de 7% em relação a 2018. Aliás, no último ano, um em cada três consumidores mudaram os seus hábitos de compra, seja por motivos económicos e/ou por alterações nos hábitos alimentares.

Quando chega a hora de escolher um supermercado online, os inquiridos têm em consideração a forma como recebem os pedidos, a pontualidade das encomendas, as promoções disponíveis no site e a facilidade da plataforma. Isto porque querem dedicar o menor tempo possível às compras e, em simultâneo, ter acesso a produtos frescos tão bons como no mercado ou lojas de bairro.

O preço é rei

No momento de escolher um produto ou outro, 66% dos portugueses diz que o preço é que conta. Segundo o Observatório Shopper Experience, a lista dos factores mais relevantes é completada por conforto e experiência em loja (63%), variedade da oferta (51%) e responsabilidade social (39%). Também neste sentido, 79% afirma que já não utiliza sacos de plástico e que recicla cada vez mais.

Ainda sobre o preço, o estudo mostra que 73% escolhe uma loja se esta tiver uma promoção de uma marca preferida. Já no campo do conforto e experiência em loja, é importante para 67% dos inquiridos a ausência de filas, a facilidade no estacionamento (64%), encontrar facilmente o que pretende (63%), conseguir fazer todas as compras (63%), empregados amáveis e prestáveis (54%) e sentir que é premiado por ser um bom cliente (47%).

O estudo foi realizado em parceria com a Netsonda e com base em inquéritos a 500 famílias em Portugal. A amostra é composta por 47% de homens e 53% de mulheres, com idades compreendidas entre os 25 e 55 anos.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Estas 85 empresas procuram mais de 2500 novos talentos
Automonitor
Já conhece o “novo ingrediente” de Gordon Ramsey?