5 tendências no digital exterior

O chamado “digital out-of-home” tem vindo a ganhar peso na publicidade de exterior, sendo que a PwC prevê que a receita publicitária proveniente deste tipo de formatos supere os gastos tradicionais em 2020. O crescimento, alimentado pelas novas tecnologias e inovação, deverá ser de 15% por ano, ao longo dos próximos quatros anos.

De acordo com a Ocean Outdoor, num artigo publicado na Campaign, existem cinco áreas que se deverão destacar e que vão desde interactividade a aposta em infraestruturas mais inteligentes. A empresa dedicada a publicidade no exterior explica ainda como tirar melhor partido de cada uma das tendências.

1 – Proliferação. Mais ecrãs em mais locais será chave para o crescimento da publicidade digital no exterior. A queda dos preços dos LCD e tecnologias LED, bem como o surgimento de um mercado programático estão a levar à proliferação de estruturas digitais –  a previsão de crescimento é de 40% entre 2015 e 2020;

2 – Integração. Apesar de o “digital out-of-home” estar a crescer, as marcas não se devem esquecer que o verdadeiro rei em ascensão é o mobile. É, por isso, necessário conjugar as diversas plataformas na hora de delinear o plano de Marketing, incluindo, por exemplo, acções que liguem os outdoors digitais ao smartphone, abrindo portas para o mundo da realidade aumentada;

3 – Infraestrutura. O conceito de smart cities já está longe de ser apenas algo reservado para o futuro mas, ainda assim, é preciso dar um empurrão. Uma das tendências da publicidade digital no exterior está relacionada com o desenvolvimento de estruturas mais inteligentes que ofereçam, por exemplo, Wi-Fi mas também sistemas de reconhecimento facial ou tomadas para carregar os dispositivos móveis. Não basta ter um anúncio em exibição, é preciso oferecer algo ao consumidor;

4 – Reconhecimento. As estruturas digitais já são capazes de identificar a sua audiência, percebendo se são mulheres, homens, crianças ou idosos a assistir ao anúncio. O crescimento deste tipo de tecnologia será fundamental para criar uma ligação mais próxima com a audiência, já que o próximo passo será identificar emoções;

5 – Imersão. Ecrãs com imagem de alta resolução, HDR ou ecrãs transparentes são alguns dos produtos que poderão contribuir para uma experiência mais imersiva e interactiva. Ao utilizar tecnologias como estas, o público vai sentir que está no local sugerido pela campanha e não na rua no meio de centenas de pessoas. No campo da interactividade também é importante a adopção de ecrãs tácteis e que permitam realizar escolhas.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Esta ferramenta promete vir revolucionar a Segurança e Saúde no Trabalho
Automonitor
AUTOBEST 2020: Novo Opel Corsa é um dos finalista