10 regras para escolher uma palavra-passe

Assinala-se, hoje, o Dia Mundial da Internet Segura. A Kaspersky Lab celebra a data com a partilha de 10 regras básicas que todos devem seguir no momento de escolher uma palavra-passe segura. O nome do cão e a data de nascimento, por exemplo, são opções a evitar.

«As melhores palavras-passe não podem ser encontradas num dicionário e têm de ser compostas por maiúsculas e minúsculas, sinais de pontuação e números», refere Alfonso Ramírez, director-geral da Kaspersky Lab Iberia.

1 – Palavras lexicalizadas, nomes próprios e outras combinações não são boas palavras-passes. Exemplos como 1234567, dragão, deixameentrar ou qwerty devem ser riscadas;

2 – Palavras estrangeiras também não são sinónimo de segurança. De acordo com a Kaspersky Lab, os hackers têm dicionários especiais com este tipo de combinações;

3 – É difícil recordar combinações que não significam nada, pelo que o melhor é escolher uma palavra-passe que tenha algum significado (ainda que não deva ser óbvio);

4 – Escrever as palavras-passes muitas vezes também é uma forma de recordar melhor as opções escolhidas. Além disso, quanto mais rápido foram escritas maior será a protecção no caso de alguém estar a olhar;

5 – Número e caracteres especiais devem ser obrigatórios. Bem como letras maiúsculas e minúsculas;

6 – A Kaspersky Lab aconselha a nunca partilhar as palavras-passes ou o método utilizado para a sua criação;

7 – Caso a utilização de um computador ou tablet for partilhada com um membro da família, por exemplo, a palavra-passe não deve ser partilhada. O melhor é criar várias contas;

8 – Deve ser utilizada uma palavra-passe única para cada conta que o utilizador tenha, especialmente para email, conta bancária online e redes sociais. Ter uma ou duas distribuídas pelas várias plataformas e aplicações não é suficiente;

9 – Além das palavras-passes tradicionais, os utilizadores devem optar, sempre que possível, pela verificação de dois passos nas contas mais importantes;

10 – Para assegurar que as palavras-passes não são perdidas na memória do utilizar, a Kaspersky Lab sugere a utilização de um software especial, que funcione como gestor de passwords.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Automonitor
Quer poupar 700€ por ano no seguro do carro? Saiba como